Ministério da Saúde
Ministério da SaúdePaís rico é país sem pobreza

Sistemas

Diferença entre inserção, apensação e anexação.

A Coordenação-Geral de Documentação e Informação (CGDI/SAA/SE), por meio da Coordenação de Arquivo e Gestão de Documentos (Arquivo), dá continuidade às dicas sobre a utilização do Sistema Integrado de Protocolo e Arquivo (SIPAR), que facilitarão o trabalho dos usuários. A dica de hoje é sobre a diferença entre os procedimentos de inserção, apensação e anexação.
 
Inserção: Une dois documentos ou um documento a um processo.
 
Anexação: Faz a união definitiva e irreversível de um ou mais processos a outro processo, desde que pertencentes a um mesmo interessado e que contenham o mesmo assunto.
 
 Apensação: Faz a união provisória de um ou mais processos a outro processo, desde que contenham matérias semelhantes, com mesmo interessado ou não.
 
Para fazer a inserção, anexação e apensação no SIPAR, é necessário que os registros a sofrerem a ação estejam na posse do órgão.
 

Destaca-se, ainda, que os procedimentos citados devem ser feitos de acordo com o disposto na Portaria SLTI/MPOG nº 05, de 19 de dezembro de 2002, que dispõe sobre os procedimentos gerais para utilização dos serviços de protocolo.

Coordenação de Arquivo e Gestão de Documentos
Esplanada dos Ministérios Bloco 'G', Ed. Anexo, 4º andar • 70058-900 • Brasília/DF • Brasil
Tel: (55 61) 3315-2522 • Disque Saúde: 0800 61 1997